----------------------------------------------- */ ----------------------------------------------- */
"Ser criativo nem sempre é inovar, às vezes significa olhar para trás e trazer o conhecido de forma inesperada." - Alex Atala
“Nothing is more interesting than that something that you eat.” - Gertrude Stein - Gastronomica-The Journal of Food and Culture
Mantemos um senso comum com relação a higiene medieval que generalizou-se como verdade, porém as pessoas na Idade Média se banhavam sempre que possível e tentavam se manter limpas.
Hoje como antigamente o cuidado com a limpeza na cozinha e na higienização dos alimentos é um procedimento de extrema importância: lave bem as mãos antes de usar a cozinha; limpe os utensílios que irá usar, peças de equipamentos e local de trabalho; higienize corretamente dos vegetais - legumes, hortaliças e frutas. E NÃO lave as carnes.

segunda-feira, novembro 12, 2012

Powder Douce – Pó Doce

ILUSTRATIVA
This is an excerpt from Libre del Coch (Spain, 1520 - Robin Carroll-Mann, trans.) The original source can be found at Mark S. Harris' Florilegium
Powder Douce. Meia onça de canela, de um oitavo de cravos, e para os senhores expressos em nada, mas a canela, e um quilo de açúcar, se desejar fazê-lo acentuada no sabor e [boa] para aflições do estômago, no elenco um pouco gengibre.

Muitas receitas medievais nomeiam diversas misturas de especiarias sem detalhar as especiarias exatas. Embora seja tentador pensar que cada mistura de especiarias em particular, tinha uma receita consistente, há evidências de variação substancial para diferentes épocas, regiões, orçamentos e possibilidade do cozinheiro.

Encorajo vivamente para alterar-la para seus próprios gostos.

INGREDIENTES

3 colheres de sopa gengibre
2 colheres de sopa açúcar
1 1/2 colheres de sopa canela
1 colher de chá de  alho
1 colher de chá noz-moscada.

[http://www.medievalcookery.com/recipes/douce.html]

Nenhum comentário: