"Ser criativo nem sempre é inovar, às vezes significa olhar para trás e trazer o conhecido de forma inesperada." - Alex Atala
“Nothing is more interesting than that something that you eat.” - Gertrude Stein - Gastronomica-The Journal of Food and Culture
Mantemos um senso comum com relação a higiene medieval que generalizou-se como verdade, porém as pessoas na Idade Média se banhavam sempre que possível e tentavam se manter limpas.
Hoje como antigamente o cuidado com a limpeza na cozinha e na higienização dos alimentos é um procedimento de extrema importância: lave bem as mãos antes de usar a cozinha; limpe os utensílios que irá usar, peças de equipamentos e local de trabalho; higienize corretamente dos vegetais - legumes, hortaliças e frutas. E NÃO lave as carnes.

sexta-feira, janeiro 24, 2014

TEMPERO JANISSARY/JANÍZARO


O Regimento dos Janízaros era um “Novo exército”, um corpo de elite de infantaria que formaram a espinha dorsal do exército otomano por mais de quatro séculos. Criados por Murad I em torno de 1380, eles agiam como guarda-costas pessoais do sultao e cumpriram uma variedade de papéis civis e militares em todo o império. Eles foram fundamentais em várias vitórias importantes dos otomanos, incluindo o cerco de Constantinopla em 1453 e a Batalha de Mohacs em 1526.


Os janizaros foram umas das primeiras tropas regulares a adotar armas de fogo. Eles se tornaram conhecidos por sua habilidade com mosquetes, bem como sua bravura e disciplina. No entanto, nem todos os janizaros eram artilheiros: algumas divisões eram treinadas em artilharia, engenharia, logística e até mesmo tiro com arco e flechas.


Sob o sistema de recrutamento inicial, chamado devshirme, os janízaros eram escravos recrutados ainda crianças dos súditos cristãos e não-turcos do Império Otomano. Eles eram convertidos ao islã e excluídos do casamento e do comércio, garantindo a sua total lealdade ao sultão. Ao longo do tempo, essas restrições foram relaxadas e tornou-se possível comprar a entrada na classe dos janízaros. Estas mudanças, juntamente com a insuficiência dos salários, levaram curiosamente a perda da disciplina e ao enfraquecimento como tropa, tornando-se elementos desestabilizadores do sistema, inclusive rebelando-se diversas vezes, tendo sido derrotados pelo Sultão Mahmut II, em 1826.



INGREDIENTES

6 colheres de sopa de pimenta moída: Maras (*) ou Aleppo chile
3 colheres de sopa de orégano seco
2 a 4 colheres de chá de sumagre, ou a gosto.

PREPARAÇÃO

 Combine pimentas e orégano em um saco hermético ou jarra. Se usar pimentas inteiras, retire as sementes antes de triturar. Adicione sumagre em pequenas quantidades; a mistura de especiarias não deverá ter gosto azedo ou acre, mas deve ter um leve sabor picante. Com pimenta mais doce vai exigir mais sumagre que as variedades mais picantes. Guarde bem fechado em local fresco e escuro. Essa receita faz cerca de 1/2 xícara, utilizar dentro de 3 meses.
Tempero janízaros pode ser usado para a carne vermelha, arroz bulgur, massas, frango, cordeiro e omelete. Você pode misturá-lo com um pouco de azeite e deixe marinar o seu prato. Adicione a saladas, legumes, ovos e carne (kontrfile yağsız kıyma - carne moída magra). Antes de usar na receita, esmague num almofariz ou pilão para liberar todos os sabores.
(*)Maraş Pepper
País de Origem: Turquia, Maraş
Maras é uma pimenta brilhante, vermelho escuro com um meio, equilibrado, persistente calor. Na maioria das mesas em Istambul, você encontrará pequenas tigelas de ambos Maras e Urfa pimenta. Use apenas como você faria pimenta preta, mas com resultados muito mais interessantes.

Nenhum comentário: