----------------------------------------------- */ ----------------------------------------------- */
"Ser criativo nem sempre é inovar, às vezes significa olhar para trás e trazer o conhecido de forma inesperada." - Alex Atala
“Nothing is more interesting than that something that you eat.” - Gertrude Stein - Gastronomica-The Journal of Food and Culture
Mantemos um senso comum com relação a higiene medieval que generalizou-se como verdade, porém as pessoas na Idade Média se banhavam sempre que possível e tentavam se manter limpas.
Hoje como antigamente o cuidado com a limpeza na cozinha e na higienização dos alimentos é um procedimento de extrema importância: lave bem as mãos antes de usar a cozinha; limpe os utensílios que irá usar, peças de equipamentos e local de trabalho; higienize corretamente dos vegetais - legumes, hortaliças e frutas. E NÃO lave as carnes.

quarta-feira, novembro 23, 2016

PIMEN

Uma das bebidas servida à mesa do Natal Medieval. O nome original da receita faz referencia as pimentas (pimenta longa, grãos de paraíso e NARDO (Nardostachys jatamansi) referenciadas na receita e as quais são praticamente inalcançáveis hoje. 
Nardo (Spikenard) foi muito usado para temperar os alimentos na cozinha europeia durante a Idade Média, especialmente como parte das especiarias utilizada para dar sabor ao Hyppocras.
A partir do século XVII era um dos ingredientes para uma cerveja forte chamado Stingo - nome derivado de uma elegante gíria usada na década de 1700 para descrever uma envelhecida em barris de carvalho.
Além de ajudar a esquentar e manter a temperatura do corpo agradável, esta receita irá produzir uma bebida surpreendente com um sabor picante e com características da Idade Média.

INGREDIENTES

2 litros de vinho tinto
170 g de açúcar mascavo
1 colher de sopa de canela em pó
1 colher de sopa de gengibre moído
1 colher de chá de cravos moídos
1 colher de chá de manjerona (fresco é melhor)
1 colher de chá de cardamomo em pó
1 colher de chá de pimenta preta moída
Uma pitada de galenga moída (se disponível)

PREPARAÇÃO

Juntem todas as ervas, temperos e especiarias num bowl e misture.
Aqueça o vinho até surgir o vapor.
Adicione o açúcar e deixe dissolver em fogo baixo.
Acrescente somente a metade da mistura das especiarias ao vinho, pois os gostos variam e você deve fazer aos poucos até que esteja ao seu gosto.
Deixe ferver em fogo baixo por 10 minutos e, em seguida, filtrá-lo em um coador de papel (de café) ou de pano (flanela). Esse processo pode ser demorado.
Engarrafe o vinho quando estiver frio e ponha cortiça com lacre (cera). Beba depois de 1 semana.

FONTE:
"The Medieval Cookbook" by Maggie Black e publicado por British Museum Press

Nenhum comentário: