"Ser criativo nem sempre é inovar, às vezes significa olhar para trás e trazer o conhecido de forma inesperada." - Alex Atala
“Nothing is more interesting than that something that you eat.” - Gertrude Stein - Gastronomica-The Journal of Food and Culture
Mantemos um senso comum com relação a higiene medieval que generalizou-se como verdade, porém as pessoas na Idade Média se banhavam sempre que possível e tentavam se manter limpas.
Hoje como antigamente o cuidado com a limpeza na cozinha e na higienização dos alimentos é um procedimento de extrema importância: lave bem as mãos antes de usar a cozinha; limpe os utensílios que irá usar, peças de equipamentos e local de trabalho; higienize corretamente dos vegetais - legumes, hortaliças e frutas. E NÃO lave as carnes.

terça-feira, julho 18, 2017

MULSUM

Uma vez que o vinho não é cozido, você precisa permitir que as especiarias fiquem em infusão por pelo menos 24 horas antes de servir. Depois disso, ele esta pronto para ser degustado. Tente usar um bom vinho tinto de qualidade, de preferência orgânico.

INGREDIENTES

3 xícaras de água morna

1 xícara de vinho tinto
=
1 pau de canela inteira
1 noz-moscada inteira
1 colher de chá de cravos inteiros
=
4 colheres de sopa de mel cru
Fatia de laranja ou limão para cada vidro (opcional)


PREPARAÇÃO

Adicione a água, vinho e mel para um recipiente grande ou jarra e mexa bem. 

Se você estiver usando mel muito grosso que você pode aquecer o mel até estar liquifeito antes de misturá-lo ao vinho e a água num liquidificador antes de transferir para o recipiente ou jarra com tampa.
Adicione as especiarias a essa mistura líquida.
Coloque o vinho na geladeira por 18-24 horas.
Quando estiver pronto, retire as especiarias.
Está pronto para servir com uma fatia opcional de laranja ou limão. 
Ele pode ser aquecido.
Pode ser armazenado refrigerado até 5 dias.


Nota:
Para obter uma versão sem álcool, você pode usar um vinho tinto sem álcool ou você pode usar essa mesma receita, porém deve adicionar todos os ingredientes em uma panela (com tampa) e leva-lo a fervura, reduzir o fogo para brando por 30 minutos antes de remover as especiarias.

2 comentários:

Eduardo Ketzer disse...

Deve ser o ancestral do quentão do RS. em vez de mel, açúcar. sera interesante testar adoçar com mel.

Marília Siqueira disse...

deve ser muito bom!