"Ser criativo nem sempre é inovar, às vezes significa olhar para trás e trazer o conhecido de forma inesperada." - Alex Atala
“Nothing is more interesting than that something that you eat.” - Gertrude Stein - Gastronomica-The Journal of Food and Culture
Mantemos um senso comum com relação a higiene medieval que generalizou-se como verdade, porém as pessoas na Idade Média se banhavam sempre que possível e tentavam se manter limpas.
Hoje como antigamente o cuidado com a limpeza na cozinha e na higienização dos alimentos é um procedimento de extrema importância: lave bem as mãos antes de usar a cozinha; limpe os utensílios que irá usar, peças de equipamentos e local de trabalho; higienize corretamente dos vegetais - legumes, hortaliças e frutas. E NÃO lave as carnes.

quinta-feira, janeiro 25, 2018

CORDEIRO BIZANTINO

VYZANTINÓ ARNÍ

Os animais maiores eram uma fonte de comida mais cara e mais rara. Os porcos eram abatidos no início do inverno e forneciam à família salsichas, bacon e banha durante todo o ano. O cordeiro poderia ser oferecido apenas pelas famílias abastadas. Os bizantinos raramente comiam carne bovina, pois usavam o gado para trabalhos nos campos. Eles também saboreavam todos os tipos de peixes, tanto fresco quanto água salgada e crustáceos.” – Macedonian Heritage

INGREDIENTES

8 garrão de cordeiro (souris d'agneau - stinco di agnello - lamb shanks)
1 colher de sopa de azeite ou q.b.
1 cebola picada finamente 
15 g de alho esmagado 
5 g de açafrão moído 
250 ml de vermute doce 
250 ml de caldo de legumes 
4 folhas de louro frescas ou 2 folhas secas 
100 g de farinha de amêndoa 
Raspas (zest) e suco de 2 limões
Sal e Pimenta
Manteiga
Vinho

PREPARAÇÃO

Coloque uma panela funda num fogo bem alto.  Quando ela estiver bem quente, coloque azeite suficiente para espelhar por todo o fundo. Espere o azeite fumegar antes de colocar a carne. Evite colocar diversos pedaços na panela ao mesmo tempo, faça aos poucos e não mexa. E uma dica: deglassar. Após selar a carne, remova o azeite da frigideira e leve-a de volta ao fogo com uma colher de manteiga ou misture com um pouco de vinho e tempere a gosto (sal e pimenta), você terá um delicioso molho para acompanhar o prato.

Na mesma panela deglassada aqueça em fogo alto um pouco óleo e refogue a cebola, o alho e acrescente o açafrão por 1 a 2 minutos. Junte os ingredientes líquidos, em seguida, retornar o cordeiro selado. Acrescente a farinha de amêndoa (pré-dissolvida em pouco do liquido da panela), as folhas de louro e as raspas de limão. Reduza bem o fogo, tape a panela e deixe ferver (lentamente) por cerca de 90 min a 120 min ou até a carne estar macia. Mexa ocasionalmente.

Se a consistência precisar de um espessamento extra, destape a panela e deixe reduzir em fogo médio (cerca de 15 a 20 minutos).

Decore com azeitonas pretas cortadas ou amêndoas torradas, salsa finamente picada. Sirva com arroz e vegetais sazonais.


Nenhum comentário: